Como conseguir visto de moradia para o Japão

Seja por laços familiares, identificação com a cultura japonesa - muito presente no Brasil, e sobretudo em São Paulo -, ou pelo interesse pelo alto padrão de vida dos japoneses, o Japão é um um destino bastante procurado por brasileiros que querem viver no exterior. A terra do sol nascente tem um território muito pequeno e um grande protecionismo de sua cultura milenar, mas há, ainda assim, alguma abertura para imigrantes brasileiros. Veja mais abaixo.

Quem pode pedir visto de residência no Japão?

Visto de residência japão

Em primeiro lugar, é muito importante não ter antecedentes criminais, pois esses podem dificultar a aceitação do pedido de visto. Aqui estão as categorias de visto aceitas:

- pessoas com ascendência japonesa: os nisseis (filhos de japoneses) podem pedir visto de moradia permanente tendo vivido apenas 1 ano ininterrupto no Japão; já os sanseis (netos de japoneses) podem pedir o visto tendo vivido pelo menos 3 anos ininterruptos no Japão;

- pessoas casadas com um japonês podem pedir o visto de moradia permanente desde que tenham pelo menos 3 anos de casados, e que vivam 1 ano ininterrupto no país;

- estudantes: estudantes de japonês, estudantes acadêmicos intercambistas, e pós-graduandos devem já ter um laço com uma instituição de ensino japonesa; o visto é de até 2 anos de duração;

- trabalhadores: só é possível tirar o visto de trabalho se já houver um posto de trabalho garantido no Japão; ou seja, não é possível ir ao Japão e então buscar trabalho; o trabalhador deverá ser altamente qualificado.

Como pedir visto de residência no Japão

- Para os vistos permanentes, há uma taxa de ¥ 8.000 (cerca de R$ 284), e os prazos flutuam entre 4 e 8 meses. Naturalmente, essas pessoas já deverão estar residindo no Japão, e de lá poderão iniciar o pedido de visto permanente de moradia. Será necessário apresentar documentos de identidade, incluindo o passaporte original, uma carta em japonês justificando o pedido de visto entre outros.

- Para os vistos de estudante, primeiro é necessário aplicar para os estudos junto à instituição de ensino japonesa; se a instituição aprovar o pedido, o encaminhará ao controle de imigração japonesa; depois será necessário preencher documentos oficiais e os levar ao consulado japonês, conforme for indicado pelas autoridades;

- Para os vistos de trabalho: o procedimento de visto será coordenado pela empresa contratante.

Twitter
Hiperligação